Descobrindo o Tarot

janeiro 11, 2010

Dicionários de Símbolos – como eles podem te ajudar em seus estudos

Filed under: Diversos, Livros / Decks — Tags:, , , — Leonardo Dias @ 3:33 AM

Se você é daqueles que gosta de analisar os mínimos detalhes das imagens do Tarot em seus estudos, provavelmente vai gostar muito de ter um dicionário de símbolos. Abaixo, apresento de forma sumária esses dicionários, que podem ser uma ferramenta muito útil na compreensão das imagens do Tarot.

O que são?

Dicionários de símbolos são compilações que, em vez de fornecerem definições ou traduções de palavras e locuções, fornecem significados e, frequentemente, o panorama histórico cultural dos símbolos nas diversas culturas. A grosso modo, podemos dividir dicionários de símbolos em verbais e pictóricos. A principal diferença entre os dois é que os dicionários de símbolos verbais tratam de símbolos como imagens mentais e conceitos, compilando as atribuições simbólicas que, digamos, o gato recebe; enquanto isso, dicionários de símbolos pictóricos concentram-se em sinais gráficos que são usados como símbolos, conjuntos de traços organizados de maneiras distintas, destinados a representar conceitos específicos. Por exemplo, um dicionário de símbolos verbal vai fornecer uma coleção das atribuições simbólicas de várias culturas para “estrela”, “círculo” ou “nudez”, por exemplo; enquanto isso, um dicionário de símbolos pictórico vai explorar os usos e conotações de sinais gráficos tais como a cruz, o triângulo ou o pentagrama. É importante perceber a diferença, para não comprar uma coisa pensando que é outra. Objetivamente, dicionários de símbolos verbais vão ter vocábulos como palavras, e vão tratar de imagens conceituais, geralmente de objetos e entidades que povoam nosso mundo real, ou imaginário – o gato, a árvore, a noite, o anjo, o sol. Um dicionário de símbolos pictóricos vai conter definições e interpretações de sinais como o ankh, a suástica, o yin/yang ou o círculo. Para o estudo específico das imagens do Tarot, eu diria que dicionários de símbolos verbais vão ser mais utilizados, já que no Tarot as imagens geralmente tem caráter mais representativo que gráfico; outra vantagem desses dicionários é que eles costumam incluir também definições para símbolos pictóricos – ou seja, você vai encontrar definições para o ankh ou a suástica neles. Mesmo assim, dicionários de símbolos pictóricos também podem ser úteis.

Para que servem?

Um dicionário de símbolos condensa, num só volume, os vários significados para a infinidade de símbolos da nossa cultura. O significado de símbolos mais gerais, como a noite ou a água, varia muito, e um dicionário de símbolos vai listar todas essas variações. Com um dicionário em mãos, você vai frequentemente perceber dimensões mais amplas para os símbolos, que nunca passaram pela sua cabeça. Um detalhe aparentemente insignificante de uma carta ou um detalhe que a princípio não recebe muita atenção, podem ser uma peça importante do quebra-cabeça, e um dicionário pode ajudar a descobrir isso. Por exemplo, no baralho Waite Smith, no bordado da túnica do Pajem de Copas, podemos ver flores vermelhas de talos longos, muito provavelmente tulipas, pelo seu formato. Tulipas vermelhas significam amor perfeito, como também uma declaração de amor. Isso está de acordo com o fato de muitos verem esse pajem como uma mensagem ou declaração de amor, ou como o mensageiro dos sentimentos. Sendo assim, mesmo que a intenção inicial do autor do baralho não tenha sido traçar um paralelo com essa ou aquela interpretações específicas de um determinado símbolo, sua presença na imagem evoca todo o seu peso significativo, e um dicionário de símbolos é uma fonte que contém todo esse peso ao alcance de nossas mãos.

Onde encontrar?

Vendedores de livro em geral costumam ter, claro. Qualquer livraria de cadeias grandes conta com ao menos uma dezena de dicionários de símbolos. Fiz uma pesquisa no site da Saraiva e no da Livraria Cultura, e ambas oferecem um número de títulos maior do que eu esperava (onze títulos na Cultura e quinze na Saraiva). A Saraiva parece ter mais vantagens, pois em seu site diz enviar a maioria dos títulos em 1 dia útil para a grande São Paulo; a Cultura os oferece sob encomenda. No entanto, eu não sei se essa encomenda é imediata ou não. Pra quem não se importa em ler em inglês, uma opção é importar pelo Amazon. Clique aqui para uma busca de dicionários de símbolos no site. A gama é maior que nas livrarias brasileiras (mais de 25 títulos), e os preços dos livros são menores. Outra ótima opção é a Livraria Internacional SBS, que também conta com alguns títulos de dicionários de símbolos, inclusive alguns importado, com preços muito bons. Além de livrarias, você também pode dar uma olhada em sebos. O site Estante Virtual oferece um dos melhores serviços que eu já vi, reunindo os acervos de mais de 1700 sebos do Brasil todo. As compras podem ser feitas tanto por meio do site quanto por contato direto com as lojas.

Reviews

Posso falar aqui sobre os dois dicionários de símbolos que eu tenho – uma versão em pdf de A Dictionary of Symbols, por J.E. Cirlot (Routledge & Kegan Paul, 1971), e Dictionary of Symbols, de Jean Chevalier e Alain Gheerbrant (Penguin Books, 1996), uma sugestão da Vera Chrystina do blog Tarô: Estudos e Pesquisas.

O dicionário de símbolos do Jean Chevalier é excelente. Encontrei-o em uma loja da Livraria SBS, justamente enquanto decidia se comprava a mesma edição por meio do amazon.com. A loja tem tanto a versão traduzida quanto em inglês. Eu acabei preferindo a versão em inglês por ser mais barata. A versão brasileira, além do dicionário em si, tem também uma introdução muito boa sobre o conceito de símbolo e coisas do tipo. Se lembro bem, paguei em torno de R$ 65,00 pela edição da Penguin, com capa normal e em papel mais fraco (mas com um corte perfeito); a tradução brasileira – maior, e com capa dura – estava em torno de R$ 84,00. O dicionário é bem completo – tem cerca de 1178 páginas, sendo que o tamanho da fonte usada é como que 10. Ele não poupa espaço para vocábulos ricos; “água”, por exemplo, tem oito páginas, e “serpente”, cerca de quinze. O próprio “tarot” conta com 6 páginas de descrição. Tem poucas ilustrações, no entanto.

O dicionário de símbolos do Cirlot é mais sucinto (não chega a 500 páginas), porém mais ilustrado. Suas definições tendem a ser também menos explorativas, mas às vezes ele dá detalhes e interpretações mais interessantes que o Chevalier. Ele também tem alguns vocábulos que o Chevalier não tem. A título de comparação, “água” no dicionário de símbolos do Cirlot tem cerca de quatro páginas, “serpente” conta com seis, enquanto que “tarot” tem 3.

Anúncios

9 Comentários »

  1. […] Dicionários de Símbolos – como eles podem te ajudar em seus estudos […]

    Pingback por Índice de Posts « Descobrindo o Tarot — janeiro 11, 2010 @ 3:52 AM

  2. Nosa Leonardo,

    Esse teu blog é muito gostoso de ler.
    Têm muitas dicas….

    Um abraço, fique com a paz.

    Comentário por Bia — janeiro 19, 2010 @ 2:03 PM

  3. Alguns Dicionários:

    Eu encontrei mais dicionários de símbolos caso queira adicionar na sua biblioteca:

    Illustrated Dictionary Of Symbols In Eastern And Western Art:
    http://ebok.softarchive.net/illustrated_dictionary_of_symbols_in_eastern_and_western_art.145138.html

    Bom estou baixando ainda, mais é algo a mais….

    Abraços..

    Comentário por Bia — janeiro 19, 2010 @ 2:48 PM

    • Brigado, Bia! Como eu sempre digo, é muito legal saber que outras pessoas tiram proveito dos meus estudos, a gentee faz coisas que gosta, e é legal quando encontramos outras pessoas que gostam também! Bjo!

      Comentário por Leonardo Dias — janeiro 19, 2010 @ 5:35 PM

    • Ah, nossa, muito legal esse link, vou baixar sim! Obrigado pela dica!

      Abraço

      Comentário por Leonardo Dias — janeiro 19, 2010 @ 9:03 PM

  4. […] No Descobrindo o Tarot […]

    Pingback por Dicionários de símbolos – Léo Dias « Tarosfera — março 12, 2010 @ 12:49 AM

  5. Léo,
    tive a liberdade de linkar seu didático texto em meu recente blog: http://tarosfera.com e quero saber sua opinião desta minha ousadia de atirar, para depois perguntar… (rsrsrs).

    Abraços

    Comentário por Arierom — março 12, 2010 @ 12:55 AM

    • Haha, não tem problema, ao contrário, agradeço. A propósito, achei muito legal essa ideia de fazer um blog que compila posts de outros blogs.

      Comentário por Leonardo Dias — março 12, 2010 @ 2:05 AM

      • Sim, eu sentia falta de algo assim, preferi iniciar algo “diferenciado” para o Tarô & afins!
        Seu blog será no andar do Arcano VII bem utilizado!

        Bom final de semana e obrigado!

        Comentário por Arierom — março 13, 2010 @ 12:58 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: