Descobrindo o Tarot

agosto 23, 2010

OS RUMOS DO BLOG + NOVIDADES

Filed under: Diversos, Notas — Tags:, , , — Leonardo Dias @ 5:42 AM

No dia 14 desse mês, o Descobrindo o Tarot completou um ano de vida. Quem tem acompanhado o blog desde seu nascimento pôde perceber que, com o tempo, eu naturalmente fui mudando de foco. Melhor dizendo, com o tempo, fui definindo mais meu foco. O blog naturalmente refletiu esse desenvolvimento. Então, acho que este é o momento adequado para eu compartilhar esse desenvolvimento com vocês.

Em algum ponto em 2009, eu completei nove anos desde meus primeiros contatos com o Tarot; um ciclo se fechou, e agora outro se abre. Eu decidi criar um blog de Tarot pouco depois de ter retomado com mais constância os meus estudos desse sistema simbólico. Na época, comecei a perceber que compartilhar e expor meus conhecimentos e ideias era uma ótima maneira de pôr as coisas em movimento, bem como de estruturar meu pensamento. 2010 marca o começo de um novo momento em meus estudos, o início de um novo ciclo de nove anos. De fato, eu tenho tido um monte de ideias. Decidi fazer um post para falar de todas essas ideias, e expor aos meus leitores os rumos que o blog vai tender a tomar daqui adiante. Abaixo, vou elencar tais ideias, uma a uma –

.

O Rider-Waite-Smith e a Golden Dawn O Tarot é um sistema simbólico que permite um número infinito de re-leituras. Cada deck diferente é uma nova leitura do Tarot, uma nova proposta de interpretação dos símbolos. E Deus sabe quantas propostas de interpretação diferentes para o Tarot existem. No meu caminho, eu percebi que era de suma importância que eu me focasse em um sistema de interpretação em particular para aprofundar meus estudos. O RWS, e a doutrina da Golden Dawn que lhe serve de base, foram uma escolha natural nesse processo.

Eu me atraí pelo Rider-Waite assim que comecei a perceber que estudar o Tarot não seria completo se eu não considerasse os arcanos menores. O Marseille, com seus padrões semi-decorativos para as cartas numeradas, nunca satisfez muito minhas necessidades. Os desenhos não me diziam nada, e eu tinha que fazer um esforço para poder me lembrar do significado de cada carta. As cartas acabavam funcionando como pouco mais que sinais, e eu sempre desejei estabelecer uma ligação mais íntima que isso com o Tarot. O RWS me seduzia por ter desenhos em todas as cartas, e por ter uma arte mais contemporânea – sem, contudo, ser contemporânea demais. Para mim, a comunicação era mais direta. Também, eu sempre recorri a muitas fontes em inglês, e no mundo anglo-falante do Tarot o RWS é o baralho padrão. A relação foi se formando naturalmente.

Eu percebo que muitos estudantes/praticantes do Tarot não demonstram essa necessidade de ater-se a um determinado sistema de interpretação. Conheço várias pessoas que transitam bem entre diversos sistemas diferentes, misturam doutrinas, bebem de várias fontes ao mesmo tempo. Talvez isso seja um traço de maturidade que eu ainda não desenvolvi – ou talvez seja só uma questão de estilo. De qualquer forma, eu sou o tipo de estudante que precisa de foco e estrutura para fazer progresso. O RWS e as ideias da Golden Dawn acerca do Tarot me fornecem essa estrutura, com a solidez que eu gosto.

Portanto, depois de ser um blog sobre Tarot, o Descobrindo o Tarot delineia-se como um blog sobre o baralho Rider-Waite, sua iconografia em particular, e o sistema místico-filosófico que lhe fundamenta, por tabela. Assim, esperem ver mais sobre a Golden Dawn por aqui. Eu pretendo falar mais da ligação do sistema místico da GD com o Tarot, e sobre como ele transparece no Rider-Waite, de modo a explicar muitos mistérios e curiosidades sobre as imagens do deck. Na prática, esperem ouvir mais sobre Astrologia e Cabala, já que esses foram talvez os dois principais sistemas que a GD usou para acessar o Tarot.

Deixo claro, no entanto, que a abordagem esotérica da GD é só o ponto de vista que eu decidi adotar. Eu acredito que uma das noções mais fundamentais que qualquer estudante de Tarot deve consolidar é a de que não existe muito certo e errado nessa área. O Tarot é essencialmente místico, e misticismo é um caminho subjetivo. Eu acho que o mais legal sobre se discutir Tarot é a troca de experiências e impressões, antes de tudo.

.

Video & Audio Já faz algum tempo que eu tenho contemplado a ideia de incluir mais multimedia no blog, acho que isso deixa a comunicação mais dinâmica. Também, muitas pessoas não se dispõem muito a ler, especialmente posts mais longos e descritivos, então acho que videos preenchem essa lacuna. Faz pouco tempo, tive a ideia de incluir também audios. Isso vai ser especialmente útil quando eu quiser tratar sobre leituras que eu fiz. Talvez essa ideia se desenvolva na inclusão de podcasts no blog, porém ainda não estou certo disso. Vai depender em parte do feedback dos leitores, então se você acha uma boa ideia incluir audios, comente a respeito. Faz já algum tempo que eu decidi incluir séries de videos sobre assuntos diversos, além dos videos de notícias e updates para o blog, então esperem novidades nesse sentido também.

.

FAQ – Perguntas Frequentes Uma das novidades que eu pretendo colocar no blog será mais uma seção fixa ou página, com um FAQ. Pra quem não sabe, FAQ‘s são aquelas listas de perguntas frequentes, bem comuns por aí. Eu percebo que as pessoas têm sempre as mesmas dúvidas sobre Tarot, então acho que vai ser legal ter uma seção condensando tudo isso em um lugar só, para consulta rápida. Se você quiser, pode me ajudar listando as perguntas que acha que não podem faltar num FAQ de Tarot.

.

Dignidades Elementais e Leituras Não-Posicionais Ultimamente, meu modo de leitura tem se direcionado bastante para leituras não-posicionais e para o método de elemental dignities, ou dignidades elementais. Esse método, desenvolvido pela GD, foi uma das primeiras coisas sobre as quais eu tratei aqui no blog. Eu tenho sentido cada vez mais que o potencial orgânico das leituras não-posicionais oferece uma forma mais dinâmica e intuitiva de se jogar – não é de hoje isso, já falei sobre isso neste post, por exemplo. Quanto às dignidades elementais, eu aprecio muito seu potencial de habilitar o leitor a uma avaliação sutil da força de atividade e permanência de cada carta em uma leitura, bem como na identificação de nuances de sentido em cada carta. Assim, esperem ver mais sobre esses dois assuntos aqui também.

.

Participação dos Leitores Uma outra coisa que eu tenho percebido ultimamente é o potencial que a participação dos leitores oferece. Eu já tenho usado as perguntas de alguns leitores para posts, e isso tem sido bem legal. Foi também pensando nisso que eu tive a ideia de incluir um messenger no blog (mais sobre isso logo abaixo).

A participação do leitor é importante, pois ela estende o assunto e abre caminho para novas questões. Portanto, eu gostaria aqui de convocar você a me dizer quais temas deseja ver mais por aqui. Ao menos por enquanto, eu não pretendo incluir algum tipo de forum de Tarot no meu blog, mais vai ser legal escutar as ideias dos leitores e suas sugestões.

Messenger Quem quiser falar comigo, pode usar o widget de messenger que eu incluí no menu do blog, logo abaixo da minha foto. Para mandar mensagens, basta digitá-las no campo inferior do messenger. Se eu estiver online, receberei as mensagens na hora; caso contrário, elas me serão enviadas assim que eu entrar no messenger. Você também pode mudar seu nome de usuário no campo logo abaixo do campo de mensagens. A imagem ao lado dá mais algumas informações sobre o messenger. Clique nela para ampliar.

.

.

Bem, são essas as principais mudanças que eu prevejo por enquanto. De qualquer forma, uma coisa não vai mudar: eu pretendo continuar compartilhando as minhas descobertas do Tarot com outras pessoas, através do blog. Eu vejo o estudar o Tarot como um processo contínuo de descoberta – daí o nome do blog, Descobrindo o Tarot, com o verbo no gerúndio. O gerúndio demarca o tempo de uma ação no processo real de sua execução. De certa forma, ele expressa um eterno presente. O Louco do Tarot também porta essa conotação de uma consciência continuamente focada no processo em andamento, e eu tenho pra mim que ele é o símbolo mais poderoso e definidor do Tarot em si. O Louco representa um estado de eterna descoberta do mundo, de ver sempre as coisas como se fosse a primeira vez, como as crianças, e manter essa postura em relação ao Tarot é muito gratificante. Por fim, o Louco também fala de paixão e inspiração, e é isso que o Tarot tem sido para mim ao longo desses dez anos de estudo.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Leonardo, já que você está perguntando, vou dar meus palpites…
    Para um FAQ, acho que uma apresentação sistematizada do que você já apresenta nas tags é uma boa coisa.
    Quanto a perguntas, agora que te descobri, vou perguntar sempre, srsrsrs. Olha lá no messenger, tô mandando mais duas…
    Em termos de interatividade, não sei. Talvez fosse interessante você propor um exercício de interpretação, postando alguma pergunta que você achou interessante com o jogo que você fez para ela, dando um tempo pra que os leitores sentissem/pensassem interpretações, daí fazendo sua análise uns dez dias depois.
    um beijo, tudo de bom

    Comentário por Luciana D — agosto 24, 2010 @ 7:33 PM

    • Você diz usar cada tópico das tags como um tópico no faq? Boa ideia!
      Sobre interatividade, minha ideia é mais saber das pessoas o que elas querem ver sendo falado sobre Tarot em geral; o que as atrai nesse assunto, o que elas não veem sendo falado por aí, mas gostariam, o que elas sempre tiveram vergonha de perguntar mas sempre ficou martelando na cabeça delas, dúvidas recorrentes, esse tipo de coisa. Eu descobri que escutar as pessoas sobre isso pode ser legal tanto pra mim quanto pros leitores.
      Aparentemente, as perguntas que você me mandou não chegaram… entrei no messenger e não tinha nenhuma mensagem offline. Estranho… ce se importaria de me mandar denovo, por aqui? Eu já entrei, então se você quiser falar pelo messenger denovo, agora eu to online.

      Abç e brigado pela participação!

      Comentário por Leonardo Dias — agosto 24, 2010 @ 8:10 PM

  2. […] Já há algumas semanas, o Descobrindo o Tarot conta com mais uma seção especial, a seção de FAQ, ou perguntas frequentes, previamente anunciada no post sobre novidades vindouras no blog. […]

    Pingback por FAQ – PERGUNTAS FREQUENTES « Descobrindo o Tarot — dezembro 13, 2010 @ 1:33 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: