Descobrindo o Tarot

dezembro 6, 2010

UPDATES DE SIGNIFICADOS – O Enforcado/Pendurado. A Temperança

Filed under: Arcanos Maiores, Updates de Significados — Tags:, — Leonardo Dias @ 4:19 AM

O Enforcado

está pendurado, e não enforcado, porque ele não trata de morte, mas de suspensão.

Alguns tipos de meditação, determinadas práticas ritualísticas e certas drogas alucinógenas, como o LSD, provocam um estado de consciência conhecido como “morte do ego”, ou ego death, que se caracteriza por uma temporária suspensão do próprio conceito de eu na nossa consciência. Você experimenta a realidade, mas não como você.

Prá mim, o Enforcado do Tarot parece retratar um estado semelhante de suspensão do ego. Claro a carta não está histórica/iconograficamente relacionada a isso diretamente. Mas (talvez depois de tudo o que aconteceu com ela durante todos esses séculos), ela certamente tem esse feeling.

.

.

.

A Temperança, ela pode estar misturando ali o Quente e o Frio, pra justamente temperar. Essa coisa de quente x frio me faz pensar na ideia de temperar mesmo – equilibrar a temperatura – bem como na noção aristotélica de Quente e Frio como duas das quatro qualidades da matéria (as duas outras sento Seco e Úmido). O Quente é a qualidade dominante do elemento Fogo, e o Frio é a qualidade dominante do elemento Água (ao contrário do que se poderia pensar, o Úmido domina o Ar). Fogo e Água são os dois elementos primordiais, então, de certa forma, ela cria, ou melhor, ela recria, recompõe a criação. Ela reorganiza os elementos da matéria, de modo a criar algo novo. O anjo da temperança manipula a matéria num nível mais profundo que o Mago, pois este manipula os efeitos, enquanto a Temperança trabalha a matéria em suas origens, em seu nível mais profundo. A Temperança manipula algo que é, em si, imaterial, ainda que constituinte da matéria – essencial. E essa palavra “essência” tem muito a ver com a Temperança, porque ela mexe com o éter, com o élan.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Também vejo a Temperança como o processo que dá a têmpera ao metal, como nas espadas antigas, que é justamente alternar entre banhos quentes e frios, alterando a própria matéria.

    Comentário por Luciana D — dezembro 6, 2010 @ 5:47 PM

    • Nossa, bem interessante isso, nunca tinha ouvido algo semelhante. Esses dias eu li que, na Grécia Antiga, não se costumava beber o vinho puro, mas misturado com partes de água, normalmente excedentes às partes de vinho, para “temperar” seu efeito embriagador. E que isso tem a ver com a carta da Temperança.

      Já parou pra se perguntar por que na Temperança tem um anjo? Interessante isso também, bom assunto pra pesquisa. Essa carta tá pedindo pra ser mais olhada.. rs.

      Brigado pela participação, Lu!

      Abraço.

      Comentário por Leonardo Dias — dezembro 6, 2010 @ 7:53 PM

      • Leo, se for pra palpitar e dar pitaco, pode contar sempre comigo, rsrsrsrs
        BTY: concordo total, a temperança está pedindo pra ser mais olhada agora…

        Comentário por Luciana D — dezembro 7, 2010 @ 5:31 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: